História

Sua historia começou na primeira metade do século XVII, mais precisamente entre os anos de 1860 e 1870 épocas que alguns retirantes fugindo da seca no sertão paraibano se deslocavam para a região do brejo, porém entre os menos favorecidos também vinham pessoas com poder aquisitivo maior, bem como os Senhores Cosme e Damião que chegaram nesta época trazendo consigo um rebanho de animais.

O senhor Cosmo construiu uma cabana onde hoje se denomina Sítio Olho D´água é possível ainda, encontrar ainda um morro denominado ‘‘Serrote do Cosme’’ e ‘‘Capoeira do Cosmo’’, pois foi justamente neste local que ele realizou sua primeira plantação. O seu irmão foi um pouco mais adiante, precisamente as margens de uma lagoa que hoje é conhecida como ‘‘lagoa de nico’’ onde também, ergue uma cabana. Ele era casado e sua família era bastante acolhedora, pois quem os visitava tinham o prazer de ali retornar. Nos finais de semana e feriados sua casa era bastante visitada por pessoas que buscavam algum tipo de suprimento alimentar, quando algumas pessoas se encontravam no meio do caminho uma perguntava para outra: – ‘‘Donde tu vem’’? A outra respondia: – ‘‘vem lá de Damião’’, isso virou hábito e conseqüentemente o nome da cidade.

Não se têm registros oficiais destas famílias, pois as mesmas estiveram nesta região por algum período de tempo, porque quando houve melhorias nas condições climáticas no sertão, os mesmos retornaram ao seu rincão, com relação às terras como eles não tinham posse legal acabaram por abandoná-las. Como eles abandonaram as terras isso atraiu outras famílias para aquela localidade e é claro aos poucos foi povoando-se cada vez mais, outras famílias para aquela localidade de distrito administrativo de Barra de Santa Rosa.

Em 1948 passou a habitar nesta localidade o Senhor Professor João André dos Santos (in memorian), vindo da cidade de Solânea – PB; popularmente conhecido como seu Nino, o mesmo deu início a um processo de alfabetização que por toda sua existência fez questão de levar muito a sério.

O Senhor Nino por não ter onde trabalhar utilizava uma pequena capela localizada no Sítio Cabaceiro onde cobrava cinco mil réis como ajuda para comprar querosene para o um lampião de dois bicos que iluminava o ambiente, essa capela fica distante cerca de três quilômetros de onde hoje funciona o paço municipal, portanto, o primeiro professor desta região, também lutou e conseguiu a construção da primeira Escola do município denominada ‘‘Alexandre Diniz da Penha’’, construída na gestão do Prefeito José Ribeiro Diniz (Zé Diniz). Foi também o primeiro escrivão do cartório de registro de pessoas naturais, mesmo sem ter onde trabalhar, o mesmo, utilizava sua residência para desenvolver seus trabalhos de cartorário. Sua emancipação proporcionou-se no Dia 29 de Abril de 1994, sendo sua instalação no Dia 01 de janeiro 1997.

O Município está localizado na Microrregião do Curimataú Ocidental e na Mesorregião do Agreste Paraibano do Estado da Paraíba, Sua Área é de aproximadamente 110km², representando assim, 0,1945% do Estado; 0.0071% da região e 0.0013% de todo o território Brasileiro. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), sua população atual de acordo com censo 2014¹ é de 5.195, A sede do município tem uma altitude aproximada de 0 (zero) metros, Latitude -06⁰ 36’ 10’‘ e Longitude 35⁰ 56’12’‘, localiza-se à 200 Km da capital. O acesso é feito, a partir de João Pessoa, pelas rodovias BR 230, BR 104 e PB 133.

DADOS LIMÍTROFES

Através da Lei Municipal 006/2001 de 28 de maio do mesmo ano definiu-se os limites do município: Ao Norte com o município de Cuité; ao Sul e Oeste com os Municípios de Barra de Santa Rosa e Casserengue; e ao Leste com Cacimba de Dentro.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

No dia 20 de junho de 1980, o então governador do Estado da Paraíba, Dr. Tarcísio de Miranda Burity, sancionou a Lei Estadual nº 4.155, que levou o Damião a categoria de Distrito Administrativo de Barra de Santa Rosa – Paraíba, e sua emancipação política ocorreu no ano de 1994 através da Lei Estadual nº 5.911, sancionada no dia 29 de Abril de 1994, pelo governador Cícero Lucena Filho, sendo sua instalação no dia 01 de janeiro de 1997.

Para sua primeira gestão municipal o povo damiãoense escolheu o Senhor Allan Pontes Nepomuceno e Senhor Cícero Joaquim de Sousa, ambos eleitos com 669 dos votos válidos, à primeira composição da Câmara Municipal procedeu-se desta forma: Cosmo de Oliveira Sousa (PFL), Rosimar da Silva Casado (PFL), Josefa Ramos de Brito (PFL), Elísio de Azevedo Melo (PFL), Ednaldo Rocha Silva (PFL), Francisco Berto Silva (PMDB), Raimundo de Azevedo Melo ( PMDB), Maria Silva Lucena (PMDB)e José Francisco dos Santos (PMDB), o último renunciou o mandato para trabalhar de taxista em São Paulo – SP.

O primeiro presidente da Câmara Municipal foi a senhora Rosimar da Silva Casado que conduziu os trabalhos da ‘‘Casa João André dos Santos’’ por dois períodos Legislativos.

A segunda gestão municipal ficou neste formato: Geoval de Oliveira Silva (Prefeito) e Raimundo de Azevedo Melo (Vice-Presidente), em 2004: Geoval de Oliveira Silva, foi reconduzido ao cargo, tendo à senhora Rosimar da Silva Casado eleita no cargo de Vice-Prefeita.

Na sua quarta gestão o município teve a frente do Poder Executivo a senhora: Maria Eleonora Soares Diniz e Rosimar da Silva casado como Vice-Prefeita com 1.920 votos válidos.

Em 2012 para sua quinta gestão foram eleitos os senhores: Lucildo Fernandes de Oliveira (Prefeito) e Cosmo de Oliveira Sousa (Vice-Prefeito) eleitos com 1.765 votos válidos, tendo seu período administrativo aparti do Dia 01 de janeiro 2013 à 31 de Dezembro 2016.

Emancipação: 29 de Abril de 1997
Mesorregião: Curimataú Paraibano
Área: 185,685 km²
População: 5.195 hab. (IBGE 2014¹)
Padroeira: Nossa Senhora de Fátima
Gentílico: Damiaoense

Símbolos Municipais

Brasão de Damião

Brasão de Damião

BANDEIRA DO DAMIÃO-PB

Bandeira do Município

Hino do Município

Compositores: Alunos da rede municipal de ensino e funcionários da Secretaria de Assistência Social
Arranjo: Jackson

ÉS DAMIÃO O NOSSO AMOR

A origem da nossa terra
Surgiu com muito amor
Dois irmãos que aqui vieram
A nossa história transformou

Dois irmãos inseparáveis
Unidos num só coração
Um se chamava Cosme
E o outro Damião

E o tempo foi passando
Construindo a sua história
De um simples povoado
Hoje resplandece a glória

Vindo a ser emancipada
Conquistando uma vitória

A nossa cidade é aconchegante
És Damião o nosso amor
Temos um clima semi-árido
Azul e branco é nossa cor

Não tememos ao desafio
De lutar com exatidão
Sempre em busca de um futuro
Bem melhor para Damião

Damião maravilhoso
Tem cultura, tem fervor
Estaremos sempre de mãos dadas
Lutaremos se preciso for

Damião tu és querido
Tem um povo acolhedor e gentil
De beleza natural
Que faz parte do Brasil

A nossa cidade é aconchegante
És Damião o nosso amor
Temos um clima semi-árido
Azul e branco é nossa cor.